Mané Fala Ó

gravada em
 Folclore americano – versão Pedro Mourão

Eu vou te contar uma história verídica: um cara maluco que gostava de fala ó.O nome dele era Mané. O barato dele era falar ó, falar ó.
Encostava pertinho de você e pedia: ô, fala ó, fala ó. Você não falava , ele falava: ô, fala ó, fala ó .Você falava, tudo bem, saía pedalando e ia pedir pra mais alguém. Louco, né? É, pois é.Zé, não, Mané. Mané? Mané...

Mané fala ó... fala ó...fala ó...
Mané fala ó... fala ó...fala ó...

Mané fala ó... ó... ó...
Figura meio rococó... có... có
com a sua bicicleta...bicicleta...bicicleta...
Atrás de quem não fala ó... ó... ó...

Bem, eu fui até um rio... rio... rio
eu queria atravessar... ssar... ssar
eu paguei quase um milhão... lhão... lhão...
por uma velha embarcação... ção... ção...

Embarcação que não prestava...tava, tava
tava toda arrebentada... tada ... tada...
e eu troquei por uma espada... pada ... pada...
que não estava nada afiada... afiada ... afiada...

A espada tinha um cabo... cabo... cabo...
que era de um soldado raso... raso... raso...
que já tinha caducado... cado... caducado...
eu troquei tudo por acaso... caso... caso...

O acaso não me agradou... ou ... ou ...
porque logo se acabou... bou ... bou ...
eu fui jogar uma pelada, passa por um, passa por outro
pra tentar fazer um gool... gool ... gool ...

Mas o gool não tinha goleiro... galeiro...
Eu caí na gargalhada há... há...
Por que dentro do bueiro
por que dentro do bueiro
tava o Mané que...
fala ó... fala ó...fala ó...
Mané fala ó... fala ó...fala ó...

 


Voz: Hélio Ziskind e Ná Ozzetti
Violão de aço/Baixo: Paulo Tatit
Sampler: Ricardo Breim
Temple-black: Pedro Mourão
Vassourinha: Gal Oppido