Hora Da Vida

gravada em
 Luiz Tatit

Vem nascendo com tudo
E vem de qualquer jeito
De qualquer lado
De ponta cabeça
Mergulha pra fora
E não há quem contenha o seu grito
Que vem na hora exata
Na hora da vida
Se encolhe inteirinho
E chora, chora
E você vê que é sincero
Ainda que engane, sincero

Será que nasceu irritado
Está deixando bem claro
Que não pediu pra nascer
Que nada! É um contato com a vida
É um compromisso com a História
É um grito de glória
Você sente na cara
É uma força divina
Ele já está dormindo!

Assim como grita ele cresce
E cresce sem barreira,
Sem medida, se estica pros lados
Pra cima e pra baixo
E não há quem contenha o seu corpo
Que vem bem balançado, equilibrado
Um pouco nervoso
Um pouco folgado
Mas tudo faz parte do estilo
Observe: ele faz de propósito!
Assim como cresce ele canta
E canta simplesmente
Não faz muita onda
Se pega o violão
Minha nossa! Nossa!
Sai cada música
Embroma um pouquinho
Mas sai música

É claro que um dia ele sente
Um desejo profundo de encontrar o seu amor
No ato, ele se empolga cem a idéia
Ele sai pelas ruas
Encontra a menina
Acha muito bonita
E diz, acanhado: "Meu bem, eu te amo!"


Ná: voz
Luiz: violão
Akira: baixo
Paulo: bandolim
Hélio: sax soprano / flauta
Ciça: acordeon
Gal: bateria