Vrum

gravada em
 Luiz Tatit

Vrum, além de palavra,
É um impulso inédito de muita energia
Dizendo a palavra ou dançando o seu ritmo
Você sente um barato pro resto do dia

É claro que precisa ir com calma
Pois VRUM é violento
Dá taquicardia

Fecha os olhos, pensa a palavra
Abra os olhos...
Pronto! Gira, gira tudo
E o corpo balança pra frente e pra trás
O ritmo é bom mas o efeito é demais
(Vamos fazer um pouquinho de VRUM)

VRUM VRUM VRUM VRUM

Pega o impulso: ai que barato!
Agora dá um tempo, não abusa de VRUM
Que ele mexe muito!

Vrum é uma nova força
Totalmente magnética
Tem uma ação completa
Na provocação da dança

Olha o Vrum chegando
Como dá pressentimento:

VRUM VRUM VRUM VRUM

Que loucura! E cada vez que vem alucina
É uma cerimônia
É um grande momento pra sua cabeça
Você quer que se dane
O que quer que aconteça

Antes de escolher o seu ritmo
Experimente o impulso implacável de VRUM


Luiz: voz
Paulo: violão de aço e guitarra
Akira: baixo
Hélio: sax alto
Gal: bateria
Ná e Paulo: vocal