Rumo ao Vivo
1991


ampliar a capa
 
1.  Rodopio
2.  Marcianita
3.  Trem das Onze
4.  Dia Útil
5.  Esboço
6.  Amanheceu
7.  Dúvidas
8.  Trio de Efeitos
9.  Carlão
10.  Banzo
11.  Felicidade
12.  Aurora - O Cantonovela
13.  Carnaval do Geraldo
14.  Essa É Pra Acabar
Luiz Tatit

Sempre foi difícil terminar
Sempre é um suplício esse momento
Mas temos que acabar
Não adianta essa demora
Se tudo acaba um dia
Então porque que não agora?

Vamos entender esse momento
Vamos acabar enquanto é tempo
Tocando e cantando
O tempo vai passando
A gente entra numas
De repente é o fim do ano
Essa é pra acabar
Foi feita só pra isso
É pra lembrar vocês
Que existem outros compromissos
Não serve pra ouvir e deixar feliz
Feliz da vida
Não serve pra cantar porque
Ela é até meio comprida
Não serve pra dançar
Não serve pra entreter
Aí você me pergunta
Mas então serve pra quê?

Serve pra acabar
Não tem outro sentido
É pra acabar com o show
Ou destruir o nosso ouvido
É pra acabar com a história
Que esse show tá meio chocho
É bom acabar com isso
Que dá ódio, deixa roxo
Isso não é orquestra
Não é uma filarmônica
Temos que acabar
Como se fosse bomba atômica

Acho que agora exagerei
Mas deu pra entender
O que eu quis dizer?
Tem hora que é do show
Tem hora que é da vida
E os dois estão ligados
Pela porta da saída
E nem é uma questão só de entender
Vocês também têm mais o que fazer
Ficando por aqui
A coisa é enfadonha
Acaba o repertório
E a gente fica com vergonha

Essa é pra acabar
Pra dar o ponto final
É pra romper de vez
Nosso cordão umbilical
Nós vamos conseguir
Se todos todos cooperarem
Até o iluminador já disse:
Parem! Parem! Parem!
Temos que parar
Parar com esse inferno
Temos que evitar
Que esse show se torne eterno
Essa é pra acabar
Não temos outra escolha
É como se tivesse que estancar
O show com rolha
Se a gente for deixar
Isso não acaba vira inércia
Eu sei porque eu já vi
Eu já tive essa experiência
Tem que dar um fim
Também não é bom pra mim
Mas é a realidade
Que nos faz agir assim

Essa é pra acabar
Então que acabe logo
Que eu já não aguento mais
Se não acaba eu me sufoco

Tchau,tchau,tchau...


VOZES: Ná Ozzetti
VOCAL: Pedro Mourão
Paulo Tatit
Geraldo Leite
VIOLA: FábioTagliaferri
VIOLÃO: Luiz Tatit
GUITARRA: Paulo Tatit
BAIXO: Suammi Jr.
TECLADO: Ricardo Breim
SAX: Hélio Ziskind
PERCUSSÃO: Pedro Mourão
Zecarlos Ribeiro
Geraldo Leite
BATERIA: Gal Oppido
Arranjo: Ricardo Breim
Akira Ueno
Paulo Tatit


Gravado ao vivo no teatro do SESC Pompéia nos dias 15 e 16 de junho de 1991

Produção: Paulo Tatit
Mixagem: Cláudio Lucci
Gravação ao Vivo: audio Mobile - Eng. Eugídio Conde
Remasterizado em 2003 por: Classic Master - Engs.: Jade Pereira e Carlos Freitas
Capa: Gal Oppido
Lay-out: Leonardo Nogueira

Participação Especial: Swami Jr.

Agradecimentos Especiais para Edith Derdyk, Plínio Chaves e Cláudio Lucci.


Editora Verde (Warner Chappell)

Gravadora Dabliú: tatiana@dabliudiscos.com.br


 

 


 
xxx